REVISÃO ORTOGRAFICA

Escrever pode ser uma guerra, entre o autor e as palavras. O resultado dessa luta pode ser um texto vazio e insignificante para quem o lê. Esse fato não significa que o autor não esteja empenhado ou que desconheça as normas gramaticais. Normalmente, as dificuldades surgem quando defronta com a modalidade culta e escrita.

Revisão Objetivo:

Adequar o texto aos padrões da variedade formal da Língua Portuguesa, tornando-o adequado ao uso. Alguns dos aspectos analisados: ortografia, símbolos e siglas, pontuação, acento denotativo da crase e aspas.

Observação: A revisão não interfere no "estilo" do seu texto. Não ocorrem alterações no significado. Fazemos apenas as retificações necessárias dentro dos padrões gramaticais vigentes. Revisão estrutural

Objetivo: Analisar a intenção, a função e a disposição dos elementos ou partes do texto. A forma como esses elementos se relacionam entre si e, caso haja necessidade, reestruturá-lo a fim de torná-lo mais adequado a cada intenção, modalidade, categoria, público-alvo ou tipologia textual.

Serão analisados aspectos que:

a) Contribuem para a eficácia comunicativa: coesão e coerência ( precisão, unidade e harmonia vocabular), consistência na argumentação, persuasão de opinião, expressividade e naturalidade, uso de vocabulário ou linguagem adequada a cada tipo de modalidade textual, uso de eufemismos para suavizar a linguagem, uso de linguagem dinâmica e incisiva, concisão textual, laconismo ( unidade e precisão no desenvolvimento da idéia central), propriedade (conhecimento e domínio do assunto), paragrafação (uso e desenvolvimento adequado dos tópicos frasais).

b) Contribuem para a ineficácia comunicativa: repetições de idéias ou de termos desnecessários, vagueza de expressões e de idéias, linguagem antiquada e incoerente, inadequação no uso de estrangeirismos e neologismos, estilo pomposo (linguagem obscura e complexa), uso de gírias e de palavras de baixo calão, preconceitos e estereótipos, má distribuição e desenvolvimento dos tópicos frasais, prolixidade e redundância, atropelamento de idéias, superfluidade ou dilatamento de idéias, obscuridade e incompreensão, excesso de pormenores, desperdício de palavras ou sinais, falta de concisão textual, digressões inconvenientes (fuga do assunto), ladainha, exagero no uso das conjunções coordenativas, períodos excessivamente longos e cansativos, estilo truncado (separação de orações subordinadas através de ponto final), uso exagerado de frases justapostas, intercaladas ou parentéticas, linguagem monótona, falta de criatividade e originalidade, uso de frases muito curtas e independentes, falta de ritmo, vícios de linguagem( barbarismos, hiatos, ecos, cacófatos, colisão, arcaísmos, pleonasmos viciosos, solecismos e ambigüidades).

Observações: A Reestruturação textual será realizada somente quando solicitada pelo cliente. Nesse caso,ocorrerá simultaneamente à revisão gramatical e ortográfica;

Para que possa ser executada com eficiência e precisão é necessário que o cliente indique, com clareza, a intenção do texto e o público-alvo a quem se dirige;

A reestruturação textual é extremamente complexa, pois compreende a retomada do contexto e o exame minucioso de cada período;

Considerando o nível de profundidade dessa análise, poderão ocorrer modificações no "estilo" para que haja uma maior aproximação às intenções do autor;

A disponibilidade de tempo para a execução desse serviço deverá ser bem maior do que o dispendido à revisão gramatical e ortográfica.

© Copyright 2003-2005 - Todos os direitos reservados - Estudo Pronto.Com